As 100 Mensagens sobre Saúde para as Crianças Aprenderem & Partilharem são mensagens educacionais simples e confiáveis ​​destinadas a crianças de 8 a 14 anos. Portanto, isto inclui jovens adolescentes com idades entre 10 a 14 anos. Sentimos que é especialmente útil e importante garantir que jovens adolescentes com idades entre 10 e 14 anos sejam informados, porque essa faixa etária geralmente cuida de crianças pequenas nas suas famílias. Além disso, é importante reconhecer e elogiar o trabalho que estão a fazer para ajudar as suas famílias nesse aspecto.

As 100 mensagens incluem 10 mensagens em cada um dos 10 tópicos principais de saúde: Malária, Diarreia, Nutrição, Tosses Constipações & Patologias, Vermes Intestinais, Água & Saneamento, Imunização, HIV & Sida e Acidentes, Lesões e Desenvolvimento Infantil Precoce. As mensagens simples sobre saúde são para que pais e educadores de saúde as usem com crianças em casa, nas escolas, associações e clínicas.

Aqui estão as 10 mensagens do Tópico 10: HIV e SIDA

  1. O nosso corpo é incrível e todos os dias há maneiras especiais que nos protegem de contrair doenças dos germes que respiramos, comemos, bebemos ou tocamos.
  2. O HIV é um germe chamado VÍRUS (o V é para o VÍRUS). É um vírus especialmente PERIGOSO que impede o nosso corpo de proteger-se de outros germes.
  3. Os cientistas criaram medicamentos que impedem o HIV de ser perigoso, mas ninguém encontrou uma maneira de removê-lo completamente do corpo.
  4. Depois de um tempo e sem medicação, as pessoas com HIV desenvolvem a SIDA. A SIDA é um grupo de doenças graves que tornam o corpo cada vez mais fraco.
  5. O HIV é invisível e vive no sangue e nos outros líquidos do corpo que são feitos durante as relações sexuais. O HIV pode ser transmitido (1) durante as relações sexuais, (2) de mães infectadas para seus bebés e (3) e através do sangue.
  6. As pessoas protegem-se de contrair o HIV (1) abstendo-se de manter relações sexuais, (2) sendo fieis aos seus parceiros ou (3) praticando relações sexuais usando preservativos (sexo seguro).
  7. Você pode brincar, partilhar comida, beber, dar as mãos e abraçar pessoas com HIV e SIDA. Essas acções são seguras e você não pode ser infectado dessa maneira.
  8. Pessoas com HIV e SIDA as vezes sentem medo e tristeza. Como todas as pessoas, elas precisam de amor e apoio, e as suas famílias também. Elas precisam falar sobre as suas preocupações.
  9. Para ajudar a si próprias e aos outros, as pessoas que pensam que podem ter HIV ou SIDA devem ir a uma clínica ou hospital para testagem e aconselhamento.
  10. Na maioria dos países, pessoas seropositivas recebem ajuda e tratamento. Um medicamento chamado tratamento anti-retroviral (TARV) ajuda-os a viver vidas longas.

Estas mensagens de saúde foram revistas por especialistas em saúde e médicos especialistas, e estão disponíveis no sítio sobre saúde da ORB.

Aqui estão algumas ideias de actividades que as crianças podem fazer para entender mais sobre o assunto e partilhar as mensagens com outras pessoas.

HIV e SIDA: O Que as Crianças Podem Fazer?

  • FAZER as nossas próprias mensagens sobre HIV e SIDA usando as nossas próprias palavras na nossa própria língua!
  • MEMORIZAR as mensagens para que nunca as esqueçamos!
  • PARTILHAR as mensagens com outras crianças e nossas famílias!
  • COLECTAR folhetos e informações sobre HIV e SIDA e partilhá-los com a nossa comunidade.
  • CONVIDAR um profissional de saúde para a nossa escola para responder às nossas perguntas sobre o HIV e a SIDA.
  • ENCONTRAR maneiras de ajudar crianças de nossa comunidade que são afectadas pelo SIDA.
  • JOGAR O Jogo da Linha da Vida e descobrir comportamentos de risco que podem nos colocar em contacto com o HIV.
  • CRIAR e JOGAR o jogo de Verdadeiro e falso sobre as maneiras pelas quais o HIV pode passar de pessoa para pessoa. Usar o FAZER perguntas no final para ajudar.
  • APRENDER habilidades para nos ajudar a falar sobre amizades especiais e nossos sentimentos sexuais.
  • JOGAR o Jogo da Frota de Esperança e descobrir quais comportamentos seguros escolheríamos para nos proteger do HIV nas nossas amizades especiais.
  • PENSAR em todas as dificuldades que alguém com HIV ou SIDA tem que enfrentar e o que podemos fazer para ajudar.
  • DRAMATIZAR sobre ter HIV e descobrir como seria ser alguém com HIV.
  • ESCUTAR e discutir histórias sobre pessoas que vivem com o HIV e os problemas que elas enfrentam.
  • FAZER um teste para descobrir o que sabemos sobre o HIV e a SIDA.
  • CRIAR uma caixa de perguntas na nossa classe para as nossas questões sobre HIV e SIDA.
  • FAZER um cartaz para a nossa escola sobre HIV e SIDA.
  • FAZER uma peça sobre uma menina chamada Meena ou um menino chamado Rajeev e a sua mãe que tem HIV e como Meena convence a sua mãe a ir a uma clínica para começar o TARV (tratamento anti-retroviral).
  • CRIAR um clube de Acção contra o HIV e SIDA para aumentar a consciencialização na nossa escola e com as nossas famílias.
  • PERGUNTAR como o nosso sistema imunológico funciona? Que alimentos ajudam o nosso sistema imunológico a ficar forte e pronto para a acção? O que é HIV e o que é SIDA? O que as letras representam? O que acontece quando alguém descobre que tem HIV? O que acontece quando alguém desenvolve a SIDA? Como o HIV é transmitido de pessoa para pessoa? E Como não é transmitido? Como podemos nos proteger contra isso? Como as pessoas são testadas e tratadas para o HIV? Como os medicamentos podem ajudar a reduzir o risco de mães transmitirem o HIV para seus bebés? Como funciona a TARV (tratamento anti-retroviral) e quando alguém deve tomá-la? Quando e como as nossas amizades se tornam relacionamentos sexuais? Como uma pessoa usa um preservativo correctamente? (Masculino/Feminino) Quais são as melhores maneiras de ajudar os nossos amigos e familiares que vivem com o HIV a manterem-se saudáveis ​​e bem? Onde fica a clínica mais próxima que ajuda pessoas com HIV e SIDA?

Para informações mais específicas sobre O Jogo da Linha da Vida ou o Jogo da Frota de Esperança ou um exemplo de Jogo de Verdadeiro ou Falso, ou qualquer outra informação contacte www.childrenforhealth.org ou clare@childrenforhealth.org.

Português Home